Como usar a Cromoterapia a seu favor

Postado por Admincursos | 18 de setembro de 2014 | Deixe aqui seru comentário

Como usar a Cromoterapia a seu favor

Cada vez mais pessoas adotam a Cromoterapia para ter uma vida mais saudável e proveitosa. Através das cores, elas têm uma nova perspectiva do que está a sua volta e isso é benéfico para a mente e o corpo.

A Cromoterapia é um dos tratamentos alternativos que mais mostram eficácia entre os adeptos. Trata-se de uma prática que utiliza as cores para curar diferentes males e já vem sendo usada a milhares de anos por diferentes nações. No Egito antigo, na Índia, China e Grécia existem relatos sobre adeptos que faziam uso da cromoterapia constantemente. Sua principal característica é a capacidade dos adeptos de harmonizar o corpo por meio das vibrações específicas das cores. Dessa forma, cada uma delas é capaz de restaurar, manter ou alternar as vibrações do corpo, auxiliando de forma benéfica no organismo.

Para chegar aos padrões hoje utilizados, muitos cientistas estudaram a fundo as cores e como elas podem agir sobre o humor do Homem, por exemplo. Isaac Newton, no século XVII descobriu quais as cores que compõem o arco – íris quando um feixe de luz solar passou pó um prisma. Já o cientista alemão Johann Goethe, no século seguinte, pesquisou as cores por 40 anos e descobriu a ação de algumas delas sobre o comportamento humano. Ele definiu que o vermelho tem propriedades que estimulam o organismo, já a cor azul é capaz de acalmar, o verde tem a característica de repousar e o amarelo é capaz de provocar alegria. Ele também descobriu que os efeitos tem maior ou menor intensidade, de acordo com a tonalidade da cor.

Atualmente a Cromoterapia está entre as terapias alternativas reconhecidas pela OMS, desde 1976, mas já tinha reconhecimento desde 1962 quando ocorreu a Conferência Internacional de Atendimentos Primários de Saúde. Os estudos sobre as cores e a busca do reconhecimento da comunidade científica foram retomados depois que várias crianças tiveram ataques de epilepsia ao assistir um desenho japonês. Uma alternância luminosa das cores azul e vermelha foi a responsável pela epilepsia coletiva nas crianças. Algo que chamou a atenção, principalmente por a cor azul causar o relaxamento do ritmo cardíaco, entretanto a vermelha é estimulante. Buscando entender o ocorrido, o professor Flávio Calanzis passou a estudar mais as cores e fez novas descobertas.

Qualquer pessoa pode fazer uso da Cromoterapia em casa, no trabalho ou mesmo com os amigos. Entretanto é preciso conhecer mais afundo e se quiser, pode até oferecer seções para adeptos e assim ter uma renda extra ou pode ser a fonte de renda principal. Para isso basta fazer um curso que aborde desde a história, até questões mais complexas como o fluxo do chakra, seu funcionamento e qual cor é indicada para determinada doença.

Conheça em nosso site Cursos que ajudarão você a entender melhor a economia do Brasil. Matricule-se!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *