Cinco dicas para se preparar para uma entrevista em inglês

Postado por Admincursos | 24 de julho de 2017 | Deixe aqui seru comentário

Cinco dicas para se preparar para uma entrevista em inglês

Praticar antes da entrevista deixa o candidato mais confortável com o idioma e ajuda a evitar imprevistos

Mesmo quem sabe tudo de inglês pode tremer na base quando está prestes a realizar uma entrevista de emprego no idioma. Se você não estiver pronto para responder as perguntas feitas, as chances de conseguir uma vaga no competitivo mercado de trabalho serão reduzidas.

Para o recrutador, o teste do seu nível de inglês permitirá saber se o seu conhecimento é compatível com o que consta no seu currículo em relação a escrita, leitura e fala. O desafio é garantir que o candidato tem, de fato, capacidade de sustentar uma conversa profissional.

Em uma entrevista em inglês, o recrutador fica atento às suas emoções – principalmente à sua calma e conforto durante a situação –, à forma como você se expressa – pronúncia, velocidade, erros – e ao que você fala – suas ideias, opiniões e criatividade, tudo isso considerando o nível de conhecimento que você declarou. Por isso, nunca exagere ao colocar essa informação no currículo, pois o entrevistador perceberá facilmente que você não está tão preparado assim e provavelmente descartará sua candidatura devido à falta de credibilidade.

Para evitar situações embaraçosas durante a entrevista de emprego em inglês, até mesmo o candidato que possui prática no idioma precisa se preparar. O treino ajuda a minimizar o nervosismo, a aperfeiçoar os pontos fracos e a planejar o discurso para que você possa conquistar a vaga dos seus sonhos. Saiba como fazer isso:

Faça uma autoavaliação

Antes de concordar com esse desafio, pense bem se você realmente possui o conhecimento necessário para conduzir uma conversa profissional em inglês. Seja sincero consigo mesmo. Se o seu nível for básico, dificilmente será possível compreender o seu interlocutor e oferecer respostas completas. Por outro lado, nem sempre é preciso possuir fluência no idioma para conquistar a vaga, já que nem todas as empresas o incorporam no dia a dia. De forma geral, quanto mais domínio do inglês você tiver, mais chances você tem de se dar bem na entrevista e garantir o seu lugar.

Conheça o vocabulário específico

Saber os termos técnicos e jargões utilizados pelos profissionais da área em que você irá atuar é muito importante durante a entrevista, pois os termos em inglês são cada vez mais comuns no mercado e muitas vezes substituem até as palavras brasileiras (como no caso de “call” para “ligação” ou “start” para “iniciar”). Por isso, pesquise tudo sobre a empresa (se possível, veja também a versão em inglês do site) e descubra quais termos podem surgir durante a conversa. Caso não esteja familiarizado com algum, aprenda a usá-lo corretamente. Assistir vídeos ou ouvir podcasts sobre a área ou sobre o mundo corporativo pode ser uma ótima forma de aprendizado para uma entrevista.

Retome ao curso de inglês

Se você não estiver frequentando aulas no momento, a melhor saída é investir em um curso de inglês online de curta duração, que você pode fazer a qualquer momento, em qualquer lugar, para todos os níveis do idioma e sem gastar muito dinheiro para poder relembrar de tópicos importantes. Se você conta com familiares ou amigos experts na língua, peça ajuda deles para estudar e tirar as dúvidas que podem surgir nesse processo. Agora, se você já está fazendo aulas, peça para o seu professor elaborar um conteúdo voltado para o mundo dos negócios e a sua área de atuação alguns dias antes da entrevista.

Treine as suas respostas

Há perguntas que obrigatoriamente fazem parte de um processo seletivo e para as quais você deve estar preparado e tranquilo para responder, como “Tell me about yourself”, “What are your strengths?” e “Why should we hire you?”. Entretanto, tente pensar em questões que podem te deixar desestruturado, que querem revelar seus pontos fracos e as que buscam identificar seus valores, pois elas com certeza farão parte da conversa. Além disso, esteja pronto para responder perguntas pessoais, como estado civil, local de residência e até mesmo opiniões pessoais sobre assuntos do momento.

Tenha jogo de cintura

É claro que, mesmo após praticar bastante, você não poderá prever o rumo da conversa. Se a entrevista começar a seguir para uma direção imprevista ou se você for pego desprevenido, mantenha a calma e saiba improvisar. Se estiver muito desconfortável, tente levar a conversa de volta para um assunto que você já ensaiou. Não há problema em se confundir com a pronúncia de uma palavra ou não formular corretamente uma frase (afinal, até os nativos erram). Se você perceber o equívoco, peça desculpas e se corrija na sequência. O que não pode acontecer com você é travar e não conseguir terminar de responder mais nada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *