Cinco atitudes que os chefes esperam no seu primeiro emprego

Postado por Admincursos | 7 de agosto de 2017 | Deixe aqui seru comentário

Cinco atitudes que os chefes esperam no seu primeiro emprego

Se você estiver disposto a adotar determinadas atitudes, será muito mais fácil encontrar a primeira oportunidade profissional

Conquistar o primeiro emprego não é uma tarefa nada fácil. A inexperiência profissional, a disputa no mercado de trabalho e a ansiedade durante a busca são os desafios a serem superados nessa etapa. Depois que você é contratado pela primeira vez, os desafios mudam!

Agora, as cobranças virão dos seus chefes e você precisa aprender a lidar com elas para se dar bem nessa primeira experiência. No entanto, mesmo se você não está acostumado ao ambiente corporativo, não é preciso ter medo do que está por vir, basta saber se adaptar às situações.

Entre as principais dúvidas dos iniciantes, estão: não saber o que vestir, a melhor forma de se dirigir ao chefe, como são os colegas e o ambiente de trabalho e se você vai gostar do serviço. Exceto a roupa que você deve colocar (que você pode descobrir ao reparar como os funcionários estão vestidos no dia da entrevista ou perguntando com antecedência ao seu chefe), os demais fatores são imprevisíveis. Aceite e se adapte!

O que dá para saber desde já é o que os seus chefes estão esperando do mais novo contratado da empresa. Descubra o que é e, se precisar se aperfeiçoar, pratique com os cursos online antes do primeiro dia de emprego novo:

Ética

A conduta ética é o mínimo esperado de um funcionário. É aquele tipo de coisa que o chefe não precisa nem ensinar, pois ele pressupõe que você é íntegro e responsável. Adotar uma conduta ética no trabalho quer dizer que você segue padrões e valores tanto da sociedade, quanto da própria empresa com o objetivo de atingir a excelência profissional. E de fato, a ética profissional é essencial para que o seu chefe possa confiar em você e oferecer cada vez mais oportunidades, permitindo a construção de uma boa reputação. Entre as atitudes éticas, são exemplos: assumir os seus erros, entregar seu trabalho e ser honesto com todos ao seu redor.

Raciocínio rápido

Pensar rápido é um pré-requisito para a contratação, e provavelmente o seu entrevistador já deve ter percebido que você se destaca nesse quesito. O raciocínio lógico é usado no mundo corporativo quando é preciso resolver um problema sequencial ou construir uma argumentação, tudo de forma automática e certeira. No dia a dia, você usará essa competência para fazer contas “de cabeça”, organizar suas obrigações, explicar uma ideia nova e liderar uma reunião, por exemplo. Para estimular no desenvolvimento da inteligência lógica, vale tomar banho com a luz apagada, sentar em um lugar diferente da mesa e aprender um novo idioma.

Atenção no que é pedido

Você precisa ter foco e seu gestor espera isso. Profissionais que mantem a concentração em seu dia a dia de trabalho conseguem obter resultados eficazes em menor tempo. Com cada vez mais estímulos e mais pressão, a habilidade é muito valorizada no mercado de trabalho. Se você não se mostrar um profissional produtivo desde o primeiro dia de emprego, seu chefe não dará muito tempo para que você se adapte, então, é melhor ir preparado para atender corretamente o que é pedido de forma rápida. Entre as atitudes que ajudarão a focar, estão ouvir música (de preferência clássica ou em um idioma desconhecido), organizar a sua mesa de trabalho e fazer uma pausa de dez minutos.

Proatividade

Ser proativo quer dizer que você adota atitudes capazes de evitar um problema, resolver antes que ele aconteça e surpreender com algo positivo. A proatividade demonstra para o seu chefe que você deseja aperfeiçoar seus conhecimentos e ser reconhecido na empresa, o que fará ele ver você com bons olhos desde o início. Você dificilmente conseguirá ser proativo desde o primeiro dia, pois primeiro é preciso conhecer a empresa e as suas tarefas, mas em poucos dias você já poderá começar essa prática de antecipação. Apesar de ser benéfica, a proatividade facilmente pode se tornar insubordinação ou uma forma de bajular o chefe, então, cuidado com os limites.

Boa escrita

Mesmo se você não trabalha na área de comunicação, ela faz parte diretamente do seu trabalho. É graças a ela que você pode compreender a demanda recebida, enviar e receber e-mails, atender o telefone e muitas outras tarefas. No entanto, é na escrita que ela será mais importante. Para escrever bem, é obrigatório respeitar as normas da língua portuguesa, saber organizar o discurso e utilizar a norma culta do idioma ao invés da linguagem coloquial. Também é preciso ficar atento e tomar cuidado com a digitação apressada, além de sempre revisar o texto. Se um erro mínimo acontece ocasionalmente, o seu chefe até pode dar um toque para que você aprenda, mas um grande erro pode gerar uma demissão por justa causa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *