Pressão Psicológica: Como Conciliar Vida Pessoal com o Trabalho

Postado por Admincursos | 3 de outubro de 2017 | Deixe aqui seru comentário

Pressão Psicológica: Como Conciliar Vida Pessoal com o Trabalho

Confira dicas que são fundamentais para aproveitar melhor o seu tempo.

Vida pessoal e trabalho, quando estou em casa penso nas minhas obrigações da empresa, e quando estou na empresa penso nas obrigações de casa. Quem nunca sentiu isso?!

Para entender o porquê dessa preocupação ter tomado proporções cada vez maiores, basta olhar a cronologia dos fatos que motivaram isto.

A duas décadas atrás, quem não tinha tempo para casa e passava mais da metade do dia no trabalho, era considerado bem-sucedido.

Hoje, sabemos que, muitas vezes, esse suposto sucesso acabou gerando algo negativo aos filhos, que cresceram com a imagem dos pais ausentes.

Alguns dos filhos daquela época, são os pais e mães de hoje, e esperam não ter a mesma ausência que seus pais tiveram.

Existe uma pressão psicológica fazendo com que consiga equilibrar as duas coisas ao mesmo tempo. E o desespero de manter família e trabalho no mesmo nível também existe, mas às vezes um acaba se sobressaindo, deixando que a desorganização cuide da  sua rotina.

Além disso, os trabalhos incompletos e o acúmulo de tarefas entram em cena, piorando ainda mais a situação.

Algumas estratégias são necessárias para conseguir equilibrar esses dois principais pilares da vida adulta.

Confira alguns pontos que possam equilibrar a sua rotina e te livrar da pressão psicológica:

Parte de você

No começo, é necessário que mudança comece por você, principal responsável pelo sucesso ou pelo fracasso da sua vida.

Lembre-se que o principal motivo desse esforço é conseguir recuperar o equilíbrio que tanto preza.

Observe os erros

Atenção! Observar os erros não é culpar o trabalho, família ou amigos pela sua falta de tempo.

Algumas pessoas acabam observando sempre o erro do próximo, nunca o seu.

Olhe com atenção o que está fazendo, o que você considera errado, o porquê está fazendo aquilo em um horário que deveria ser dedicado à outra coisa.

Só por lembrar de coisas erradas, a solução já surge. Mas vale lembrar que são casos diferentes para várias pessoas, por isso, é necessário mais alguns passos.

Organize suas prioridades

organize suas prioridades

Já sabe quais são os principais erros. Agora, está na hora de organizar seus afazeres, saber quais são suas prioridades e que tudo deve ser realizado no tempo que é designado para aquilo.

As tarefas diárias também são prioridades, afinal, são itens que são feitos durante a semana e são necessários para que tudo corra bem.

Faça um cronograma

agenda para criar cronograma de estudos

Antes de tudo, é necessário organizar o tempo bruto, e este será divido em até cinco situações.

Para isso, basta separar: Trabalho, casa, descanso, locomoção e lazer.

Cada um destes itens – com exceção do lazer – deverão já ter o seu tempo pré-estabelecido, levando sempre em consideração o trajeto que é levado para chegar aos destinos.

Agora que já sabe quanto tempo tem disponível para cada afazer diário, está na hora de organizar os pontos soltos dentro de cada um, e saber quanto tempo dedicar a cada tarefa nas cinco situações.

Começando pelas prioridades, estabeleça o quanto de tempo que cada uma delas levam. Elas serão chamadas de A, já que são feitas todos os dias e não podem deixar de faltar.

Feito isso, os horários que sobrarem podem ser definidos como B e C, sendo B assuntos importantes, urgentes em determinados casos e C, os assuntos que não há necessário a realização imediata.

Após feito os horários A, B e C, provavelmente notará que os tempos designados para o trabalho estarão quase ou totalmente preenchidos.

Reveja suas funções

É muito comum as pessoas encontrarem alguns erros nesse ponto, já que, algumas vezes o tempo de trabalho não é suficiente para todas suas funções na empresa.

Você acaba usando o tempo para resolver os pontos do trabalho que não teve tempo de realizar antes, mas deveria ter tido.

Neste momento há duas coisas que podem fazer para resolver: Diminuir alguns minutos de outras funções ou procurar uma saída para isso, conversar com seu chefe, por exemplo, e ver o que ele pode fazer.

Saiba seus limites

homem pensando

Ninguém é de ferro. Não adianta ter reservado um tempo disponível para seu lazer, sendo que você estará tão cansado que sequer conseguirá aproveitar.

Saiba seus limites, aproveite o tempo que foi designado para o seu sono. Uma noite de sono mal dormida pode acarretar em uma desordem na rotina diária.

E também curta o tempo de lazer, um dia que dormirá a menos por causa de uma festa ou confraternização, poderá ser recompensado em seu dia de folga.

Seja responsável

responsabilidade

Acorde cedo, saiba seus horários e não falte em compromissos importantes. Essas são algumas das responsabilidades principais para quem precisa estabelecer uma conciliação entre o trabalho e a vida pessoal.

Outro ponto importante: Saber cumprir a sua programação, ela estará em dia a dia.

Muitas vezes, a pressão psicológica aparecerá para incomodá-lo durante algum lazer, pedindo para que você antecipe ou cumpra uma função, então sempre se lembre do horário certo de cada coisa.

Lembre-se sempre de que, a cada minuto adicional que você dedica para uma tarefa, você está tirando um minuto de outra tarefa.

Pense nas férias

Planeje com antecedência suas férias, é apenas uma vez por ano que se faz isso.Se tiver filhos, tente pegar próximo às férias escolares, e assim ter toda a família reunida.

Férias, às vezes, é vista como “época de gastar”, mas não necessariamente precisa ser usada dessa forma. Se o orçamento estiver curto, aproveite lugares da cidade, parques, teatros, exposições.

Somos feitos de carne e osso e precisamos aproveitar. Sempre tenha em mente suas responsabilidades, mas não esqueça que o tempo não para e não volta, então, aproveite ao máximo.

Trabalho é fundamental para que consiga sua liberdade financeira, a sua estabilidade. Mas existem coisas que são únicas e que seria um pecado não aproveitar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *