As diferenças dos textos dissertativos

Postado por Admincursos | 11 de abril de 2013 | Deixe aqui seu comentário

As diferenças dos textos dissertativos

Entenda como eles se diferem e qual é o mais solicitado em concursos públicos e vestibulares

Depois de saber como desenvolver um bom texto, agora é preciso entender como funciona aqueles que são argumentativos. Há pessoas que lidam melhor com a contação de histórias a defender determinado ponto de vista. Ao contrário dos textos narrativos, os argumentativos têm como principal objetivo persuadir o leitor. No caso dos vestibulandos, eles precisam convencer a banca examinadora com argumentos que precisam ser defendidos ao longo do texto, explicados e exemplificados.

Diferenças entre texto dissertativo e dissertativo-argumentativo

O texto dissertativo é requerido na construção de teses e monografias, pois a defesa dos argumentos precisa ser baseada em fontes de confiança que darão relevância a ele. Sendo assim, esse modelo de texto é praticamente teórico, aprofundado e com conclusões. Ele se difere do dissertativo-argumentativo por não se apoiar no convencimento do leitor, pois o objetivo principal é propagar uma ideia nova e fazer com que os leitores aprendam algo. Nesse caso, ele é mais expositivo.

No caso da versão argumentativa, esse é o texto solicitado em concursos públicos e vestibulares. Ele segue a mesma linha da dissertação expositiva, também precisa de exemplos para se fortalecer, mas se difere pelo forte apelo persuasivo. O autor deverá destrinchar ao longo do texto um ponto de vista sobre determinado assunto, especialmente porque esse tipo de redação visa, em grande maioria, mudar o comportamento de quem o lê.

Por isso, se você for prestar vestibular este ano, é importante ler o tema com bastante atenção para não fugir dele e escrever qualquer coisa.

Tipo de linguagem dos textos argumentativos

A linguagem utilizada é a norma culta, sem gírias ou abreviações. Afinal, o texto tem que impor autoridade sobre o tema e os argumentos que defenderão uma ideia. Para isso, montar uma estratégia no momento de escrever é uma ótima saída. Analise bem sobre o que quer escrever e busque palavras-chave que servirão de embasamento para a criação da redação. Assim, você coleta informações para montar um texto que fará com que o leitor se convença de que os argumentos são válidos.

Além da norma culta, usar a linguagem popular facilita a compreensão de quem lerá a redação. Não adianta usar palavras difíceis, das quais muitas pessoas não estão acostumadas, na tentativa de impressionar. Por isso, pede-se um texto claro com argumentos bem fundamentados a partir do ponto de vista de quem escreve. A dica é seguir o roteiro de criação da introdução, do desenvolvimento e da conclusão, pois dificilmente as ideias se perderão.

Conheça em nosso site Cursos que ajudarão você entrar na universidade. Matricule-se!

Blog Cursos 24 Horas

Aqui no Blog você fica por dentro do universo do Cursos 24horas, além de novidades e tendências para o seu estudo.

Conheça os nossos cursos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *