Importância da educação financeira

Postado por Admincursos | 2 de dezembro de 2013 | Deixe aqui seru comentário

Importância da educação financeira

Se preocupar com ela, diminui o erro comum de fazer uma dívida em cima da outra e dá mais controle do dinheiro

É verdade que os brasileiros começam a trabalhar muito cedo e isso significa que as dívidas também vêm com a mesma rapidez. O primeiro salário é o sonho de muitas pessoas, especialmente daquelas que fazem a transição da adolescência para a vida adulta, e é aí que se inicia o processo da perda de controle monetário. Dessa forma, entra a importância da educação financeira, pois, antes que seja tarde, dá para não ficar no vermelho. Especialmente agora, época de gastos sem limites por causa dos presentes de final do ano.

Há quem fale que recebeu o salário e que nem o viu passar. Na hora em que ele chega, a única coisa que se faz é tentar diminuir as contas pendentes. E o que sobra? Quase nada, pois muitos não conseguem cobrir todos os gastos por justamente investirem mais do que podem. O hábito de usar o cartão de crédito sem ter consciência de valores e de parcelas pode deixar uma pessoa na berlinda, por vezes, sem perceber. Chega uma hora em que não dá mais para lidar com o “desaparecimento” do salário e a educação financeira entra em cena.

Muitas pessoas compram por impulso e não se policiam. Segundo o Procon, a faixa etária mais endividada é a dos 20 aos 50 anos. O órgão se posiciona ao dizer que a educação financeira é um ponto que precisa ser ponderado dentro da rotina de uma pessoa. Há pais que educam os filhos desde cedo para que eles valorizem o dinheiro por meio de cofrinhos. Assim, investir nessa ideia é uma atitude que tem tudo a ver não só com o presente, mas com projetos do futuro também.

Educação financeira: uma mudança na rotina

Decidir pela educação financeira é o mesmo que tomar atitude para controlar os gastos. Para começar de forma simples, use o famoso Excel. Lance todas as despesas, mesmo que tenha aquelas de valores menores que, geralmente, são prestações pequenas de lojas de roupas ou de conveniência que podem se tornar uma bola de neve. Afinal, é comum as pessoas deixarem elas de lado quando não dá para eliminar todas as dívidas de uma vez só. Para quem não tem o hábito de se coordenar financeiramente, taí uma chance de aderir novos hábitos em 2014.

Cortar gastos pode ser algo realmente doloroso, ainda mais para quem ama se dar mimos. Porém, ter conhecimento das finanças pessoais é um ponto importante para continuar a se dar presentes, sem se preocupar em ter estourado o orçamento no final do mês.

Quer ganhar mais confiança e ingressar na área de Finanças Pessoais?

O site do Cursos 24 horas tem várias opções para você que deseja ficar mais qualificado para buscar uma nova oportunidade na carreira. Com flexibilidade, você estuda, tira as dúvidas online e ainda adquire o certificado no final do curso escolhido.

Matricule-se já!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *