Feng Shui: a Arte da harmonização

Postado por Admincursos | 22 de setembro de 2014 | Deixe aqui seu comentário

Feng Shui: a Arte da harmonização

Harmonizar o ambiente para que ele possa oferecer boas energias é o princípio do Feng Shui. Conheça mais sobre essa linha de pensamento e como ela pode ajudar na decoração da sua casa.

Feng Shui existe há mais de 4 mil anos e seu significado literário é vento e água, dando um sentido aos ideogramas de yang e yin, que representam o conhecimento das forças positivas e negativas. A base do pensamento é o equilíbrio entre as energias negativas e positivas, de forma que as negativas são direcionadas para o benefício dos usuários do Feng Shui. As técnicas são aplicadas em ambientes, como casa, escritório, loja ou outro com o objetivo de harmonizá-lo, trazendo sempre boas energias aos moradores ou frequentadores. Sua origem se deu na China antiga onde os benefícios do Feng Shui são semelhantes a técnicas como acupuntura, que proporcionam uma melhor circulação de energias e a influências magnéticas.

Apesar de não haver provas científicas da existência dessas influencias magnéticas, cada vez mais pessoas aderem ao Feng Shui. São essas influências que nos fazem sentir confortáveis em determinado lugar. O primeiro objetivo da técnica é de preservar as boas influências do ambiente, distribuindo-as de maneira suave e prolongada. O segundo é de reduzir cargas negativas das más influências do lugar, transformando em energias positivas. O terceiro é de promover curas espirituais, que irão promover mais saúde, bem – estar e harmonia aos moradores e visitas. Para realizar esses objetivos, os moradores podem alterar a disposição dos móveis, mudar formas, cores ou apenas o posicionamento dos objetos do local.

O primeiro passo para harmonizar o ambiente é retirando os objetos que podem poluir a energia. Retire quadros que mostram situações ruins como guerras, pobreza, desastres e outras as quais prejudicam a energia. O mesmo serve para plantas e flores artificiais, cuja função é de apenas embelezar o ambiente e não oferece as energias das plantas vivas. Se possível troque por plantas vivas, que além de embelezar o ambiente, o perfumam e oferece boas energias. Evite colocar móveis atrás da porta, pois as boas energias, de prosperidade por exemplo, entram em casa pela porta da frente e para facilitar sua entrada o ideal é deixar a passagem sempre livre, sem móveis que travam ou impedem abertura completa da porta.

Evite guardar objetos velhos e usados de amigos ou parentes por longos períodos, mesmo que você tenha um grande depósito. Isso porque eles trazem energias de terceiros e a casa não é lugar para isso. O mesmo vale para visitas negativas, de pessoas que nos fizeram mal por conta de falsidade, inveja ou falam pelas costas. Elas vão trazer apenas más energias e ninguém quer isso para casa. Elas ainda podem tirar a harmonia do ambiente e deixar o clima mais tenso até mesmo depois de irem embora. Por fim, evite acumular objetos quebrados, velhos e sem uso, pois eles deprimem o ambiente, tornando mais pobre energicamente. Isso não vale para coleções ou hobby e sim daqueles objetos que deixamos de lado por não funcionarem mais. Se não puder vender ou doar, se livre deles, pois além de ocupar muito espaço ainda irá prejudicar as energias internas.

Conheça em nosso site Cursos que ajudarão você a entender melhor a economia do Brasil. Matricule-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ranye Mendes disse:

    Acupuntura Coreana nas Mãos (Sem Agulhas) apresenta uma técnica inédita e revolucionária para auxiliar nos tratamentos de diversas doenças e enfermidades. Excelente conteúdo e de muita qualidade, meus parabéns.

  • Ranye Aguiar disse:

    Acupuntura Coreana nas Mãos (Sem Agulhas) apresenta uma técnica inédita e revolucionária para auxiliar nos tratamentos de diversas doenças e enfermidades. Eu super recomendo este curso, meus parabéns pelo belo trabalho que você vem desempenhando.

  • severina rodrigues queiroz disse:

    quero me qualificar colocar em pratica novas experiencias.