Dicas para você conversar com seu filho adolescente

Postado por Admincursos | 14 de dezembro de 2015 | Deixe aqui seu comentário

Dicas para você conversar com seu filho adolescente

Saiba como lidar com seus filhos nessa importante fase de suas vidas.

A adolescência é um termo que define o período entre a infância e o início da fase adulta de um ser humano. Essa fase é uma das mais conturbadas de nossas vidas e a razão disso é o fato de que nós deixamos a fase infantil e temos que enfrentar uma série de questões sociais, familiares e até mesmo afetivas que não tínhamos até então. Isso tudo gera um mar de incertezas sobre sua vida e sobre a construção de seu futuro e, muitas vezes, é comum ver pais indo ou levando seus filhos a psicólogos porque não sabem cuidar disso sozinhos, o que não quer dizer que isso seja errado, pelo contrário. Entretanto, é extremamente importante que os pais, antes de qualquer profissional, tentem aproximar-se do filho e criar um vínculo de confiança entre eles. Isso não só aumenta a autoconfiança do filho, mas faz com que ele se sinta amado. Listamos abaixo algumas dicas que irão ajudá-lo a lidar com seus filhos e apoiá-los em seu desenvolvimento nessa fase de tantas transições em suas vidas.

Demonstre seu amor
A primeira coisa que uma criança, um adolescente ou qualquer ser humano adulto precisa para poder crescer, desenvolver-se ou envelhecer de forma saudável é de amor. Demonstre afeição por ele através de gestos e palavras desde a infância e ele crescerá sabendo que pode contar com os pais. Isso é essencial para que ele se sinta bem tratado e mais confiante para tomar suas decisões. Além disso, esse sentimento ganha importância no adolescente e ficará muito mais fácil de ele reconhecer e aplicar esse sentimento com outrem. É muito comum o adolescente se sentir afastado dos pais e, por essa razão, evitar falar de coisas que são importantes para ele. Essa aproximação só se dará através do comprometimento com ele e do apoio que os pais demonstram diariamente.

Reconheça seus sentimentos
Outro ponto interessante que deve ser levado em consideração quando estamos falando de proximidades entre pais e filhos é o grau de reconhecimento de seus sentimentos. Geralmente, nessa fase da vida, é comum que os jovens passem por momentos de incompreensão até mesmo entre suas amizades ou relacionamentos amorosos. Se você notar que ele está diferente, como por exemplo, com baixa auto-estima, a pior coisa a fazer é ter um comportamento autoritário e pedir para que ele mude seu padrão de pensamento. Ele certamente irá tomar isso como indiferença e se afastar ainda mais de você. Reconheça seus sentimentos e argumente sobre eles, tentando expressar o que você acha que pode ajuda-lo. Quando há confiança de um filho por seus pais, a relação ganha transparência e, com certeza, quando você estiver precisando de ajuda, seu filho será o primeiro que usará deste mesmo método para ajuda-lo, pois saberá reconhecer esse sentimento em ti.

Evite comparações
Elogios são sempre bem-vindos e ajudam seu filho a viver de forma mais positiva. Porém, um erro grande que muitos pais cometem é ficar comparando seu filho com outros adolescentes, seja para pior ou para melhor. Como se não bastasse toda a pressão social que já existe sobre o adolescente, compará-los com seus amigos ou outras pessoas irá torná-los ainda mais competitivos e, principalmente, dependentes da aceitação alheia. Seu filho é alguém especial e que não deve ser comparado a ninguém. Ele precisa amadurecer a ideia de que poderá traçar seus objetivos sem ficar se comparando com os outros. E quando essa comparação vira um hábito dentro de casa e o filho incorpora esse tipo de pensamento em sua rotina, ele é quase sempre negativo. Ou seja, ele irá começar a se comparar com os outros colocando-se em uma posição inferior e não o contrário.

Com o Curso de Educação Sexual você vai poder aprofundar-se melhor sobre os aspectos biológicos, a anatomia e a fisiologia dos sexos, além de saber mais sobre os aspectos psicossociais e ter uma noção maior sobre questões como a orientação sexual, entre outros temas que vão ajudá-lo a lidar melhor com com essa questão de sexualidade, que também está muito presente durante a adolescência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *