Saiba como falar sobre Educação Sexual com crianças e adolescentes

Postado por Admincursos | 26 de janeiro de 2017 | Deixe aqui seru comentário

Saiba como falar sobre Educação Sexual com crianças e adolescentes

Curso de Educação Sexual auxilia pais, professores, educadores e pedagogos a entender qual é a melhor forma de comunicação com crianças e adolescentes quando o assunto é educação sexual

Falar sobre sexualidade com crianças sempre é um desafio para pais e professores. Afinal, esse é um tema que nossa sociedade ainda cerca de muitos tabus, seja por questões culturais, ideológicas ou religiosas. Entretanto, não vamos entrar no mérito aqui do que é certo ou errado, mas sim sobre as diferentes abordagens que podem ser feitas com relação ao assunto.

Hoje em dia, os educadores contam ainda com uma grande concorrência no que diz respeito à disseminação de informações, a internet. Por meio da rede, crianças e adolescentes têm acesso a um grande número de notícias e comentários sobre o assunto, mas sem o filtro correto é difícil saber se aquilo que estão consumindo têm alguma veracidade.

Por isso, o papel do educado na hora de falar sobre esse assunto com os mais pequenos é fundamental. Ele precisa ter a mente aberta para compreender quais são as reais curiosidades da criança, escolher a melhor maneira de responder as perguntas e orientar os pequenos acerca dos limites naturais que a sociedade impõe com relação a esse assunto.

Qual é a hora certa para se fazer isso?

Não existe uma resposta exata para essa pergunta. Em linhas gerais, a partir do momento em que a criança começa a tomar consciência dos conteúdos que aprende, por volta dos quatro anos de idade, perguntas como essas podem surgir de maneira incômoda para os pais. Muitos, confusos, reprimem a criança pela sua curiosidade quando, na verdade, o que deve ser feito é entender o motivo que a levou a perguntar isso.

Além disso, os pais precisam estar cientes que o fato de protelarem para falar sobre esse assunto pode significar que elas vão aprender sobre isso a partir de outras fontes, que não necessariamente são confiáveis ou vão agregar alguma coisa para a criança com relação ao tema. Por isso, tenha em mente que o mais importante é estar preparado para a hora que chegar o momento de ter esse diálogo com os seus alunos ou os seus filhos.

O que você vai aprender em um curso de Educação Sexual?

Antes de tudo, o Curso de Educação Sexual deve ser visto como um espaço de orientação aos pais e educadores para que eles estejam preparados para esclarecer dúvidas de seus filhos e alunos quando elas surgirem. Por isso, essa é uma tarefa que requer bastante responsabilidade e um grau mínimo de conhecimento sobre temas como prevenção de DSTs, cuidados com o próprio corpo, gravidez precoce e indesejada, por exemplo.

As metodologias de Educação Sexual servem para estabelecer um debate sobre a melhor hora e as melhores maneiras de introduzir o assunto para as crianças. O papel da escola nesse assunto é igualmente fundamental, pois é preciso saber quais valores a instituição apregoa e se esses valores são condizentes com aqueles que os pais orientam as crianças.

Por isso, o curso aborda a Educação Sexual não apenas de um ponto de vista técnico, mas também de forma a desconstruir mitos e sanar dúvidas relacionadas ao tema. As diferenças entre sexo e sexualidade, as mudanças anatômicas e fisiológicas, o início das fases de menstruação, menarca e fertilidade e alguns dos padrões de comportamentos sexuais são alguns dos temas abordados ao longo das aulas.

Por fim, o curso oferece ainda uma série de dinâmicas e propostas de atividades que podem ser executadas pelos educadores posteriormente, visando ampliar o debate e levar não apenas o conhecimento técnico, mas também a discussão sobre como a como a sociedade encara a sexualidade e o prazer de forma adequada e respeitosa para o contexto educacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *