Ditongo e Hiato: Como Diferenciar e Não Errar Nas Provas

Postado por Admincursos | 5 de abril de 2018 | Deixe aqui seu comentário

Ditongo e Hiato: Como Diferenciar e Não Errar Nas Provas

Esses dois encontros vocálicos têm tudo a ver com a divisão silábica das palavras e a fonética – essas são as principais diferenças entre eles

Considerando as palavras “tireoide” e “oceano”, você sabe qual delas apresenta um ditongo e qual apresenta um hiato? Se a sua resposta for “não”, é hora de aprender para saber tudo sobre ditongo e hiato em entrevistas de empregos, vestibulares e concursos.

Em fonética, os encontros vocálicos são agrupamentos de vogais e semivogais, sem a presença de consoantes intermediárias. No ditongo, o encontro está na mesma sílaba e no hiato, as vogais ficam em sílabas diferentes.

Voltando ao exemplo do início, “ti-re-oi-de” é um ditongo, enquanto que “o-ce-a-no” é um hiato.


Entenda melhor essa resposta para distinguir ditongo e hiato:

Vogal e semivogal

Antes de saber mais sobre esses tipos de encontro vocálicos, você precisa compreender o que são vogais e semivogais na fonética.

Vogal e semivogal (e também consoante) são fonemas, ou seja, unidades de som que distinguem as palavras.

As vogais são aqueles fonemas sonoros que saem livremente pela boca e que, na língua portuguesa, são proeminentes, sendo o núcleo das sílabas – e cada sílaba possui apenas uma vogal.

São considerados vogais os fonemas /a/, /e/, /i/, /o/ e /u/.

No entanto, em alguns casos, os fonemas /i/ e /u/ não desempenham o papel de vogal. Eles aparecem enfraquecidos, apoiados em uma vogal e não são o núcleo silábico, constituindo apenas uma sílaba. Quando isso ocorre, eles são chamados de semivogais.

Veja a diferença:

Exemplos de vogais: pé, can-to, u-ni-do,

Exemplos de semivogais: ou-ro, á-gua, his-tó-ria

Vai escrever uma redação? Confira cinco regras  que são essenciais para escrever uma boa redação.

Ditongo

Foneticamente falando, o ditongo é a emissão de uma vogal e uma semivogal (ou vice-versa) na mesma sílaba.

Exemplos de ditongo: pai, qua-se, a-quá-rio

Os ditongos são classificados de acordo com sua pronúncia.

O ditongo crescente é aquele que tem uma semivogal seguido de uma vogal. Dessa forma, a segunda vogal gráfica é a mais forte da sílaba. Veja os exemplos a seguir, em que a vogal está destacada:

Sa-gui, sé-rie, au-sên-cia

Já o ditongo crescente é justamente o inverso: ele é formado de uma vogal seguido de uma semivogal. Nesse caso, a primeira vogal gráfica é a mais forte da sílaba, conforme destacado nos exemplos abaixo:

Lei, cai-xa, sal-mou-ra

Eles também são classificados como orais e nasais.

No ditongo oral, as vogais são orais, ou seja, os sons são produzidos exclusivamente pela boca, como em:

Meu, rai-va, vai-da-de

Os nasais são aqueles cujo som passa pelo nariz ou sofre uma nasalização. Geralmente ele ocorre naquelas palavras grafadas com “gu+n”, “qu+n” ou com o acento til (~). Veja só alguns deles:

Mãe, pin-guim, mui-to, fre-quên-cia

Aproveite para expandir seu conhecimento e veja onze erros de português que você não sabia que cometia!

Hiato

O hiato é o encontro de duas vogais que ficam separadas na divisão silábica. Dessa forma, são necessários dois esforços de voz para pronunciar o hiato corretamente.

Para não confundir com o ditongo, lembre-se que o hiato é o encontro de duas vogais (não há semivogal no hiato). Além disso, a própria palavra “hiato” é um hiato. Veja só esse e outros exemplos:

Hi-a-to, di-a, pa-ís, ca-a-tin-ga, ci-ú-me

Não esqueça do tritongo

Além do ditongo e hiato, existe um outro tipo de encontro vocálico muito solicitado em concursos públicos, vestibulares e entrevistas de emprego. É o tritongo.

O tritongo é a sequência formada por uma semivogal, uma vogal e outra semivogal, respectivamente, em uma mesma sílaba, como em:

Quão, sa-guão, es-piões

Os tritongos também podem ser classificados em oral ou nasal, seguindo a mesma lógica dos ditongos. Dessa forma:

– Tritongos orais: Pa-ra-guai

– Tritongos nasais: en-xa-guei

Para reconhecer o tritongo, lembre-se que não basta três vogais aparecerem juntas. Elas devem estar na mesma sílaba!

As nossas dicas foram úteis para você? Aproveite e se inscreva agora para sair na frente dos seus concorrentes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *