Direitos Humanos e Cidadania: Conheça os Mecanismos que Garantem o Cumprimento dos Direitos e Deveres dos Cidadãos

Postado por Admincursos | 28 de maio de 2018 | Deixe aqui seu comentário

Direitos Humanos e Cidadania: Conheça os Mecanismos que Garantem o Cumprimento dos Direitos e Deveres dos Cidadãos

Os direitos humanos e a cidadania ajudam a garantir que todos possam viver com dignidade em uma sociedade democrática

Você já deve ter ouvido falar de conceitos como direitos humanos e cidadania. Mais que apenas conceitos, são disciplinas que devem ser aplicadas diariamente no exercício da democracia e de nossos direitos, com o objetivo de alcançar uma sociedade mais justa para todos.

Antes de qualquer coisa, é importante entender o que são direitos humanos e cidadania.

O que é cidadania?

A cidadania é o exercício pleno dos direitos civis, políticos e sociais. Além disso, é saber cumprir seus deveres para conviver em sociedade.

Fazer parte de uma sociedade que respeita os direitos dos cidadãos inclui a liberdade de expressar uma ideia sem medo de sofrer represálias; fazer parte de uma religião sem ser perseguido; respeitar as legislações vigentes na sua cidade, estado e país. Respeitar o espaço do outro, como se fosse o seu, é uma das premissas básicas da cidadania.

A prática da cidadania envolve muito mais que apenas o que é importante para o indivíduo – é, acima de tudo, aquilo que é importante e essencial para o coletivo.

Afinal, o respeito ao próximo e a conquista de direitos coletivos também são um importante avanço na conquista de direitos individuais.

conceito de união no trabalho cidadania

Cidadania nada mais é que a tomada de consciência em relação aos seus direitos como indivíduo e também como membro de uma sociedade.

Para que isso aconteça de maneira eficaz, é preciso exercer direitos civis, políticos e sócio-econômicos, além da participação e da contribuição para o bem-estar da sociedade.

A cidadania é formada por cidadãos, que são aqueles que colaboram, participam, argumentam e cobram seus direitos, ao passo em que cumprem seus deveres.

Ou seja, um cidadão é um agente ativo e atuante que exerce seus direitos e deveres. Ser cidadão ou cidadã é não se deixar oprimir, mas enfrentar os desafios necessários para defender e exercer seus direitos.

Assim como qualquer conceito que envolve uma sociedade que está em constante mutação, a cidadania deve ser compreendida como processo contínuo e em mudança.

É uma construção coletiva, que conta com a participação de todos os indivíduos que fazem parte de uma sociedade, significando a concretização dos direitos humanos. Confira também: Reforma trabalhista: quais são os direitos do trabalhador e o que mudou!

Os direitos humanos

Os direitos humanos são os valores, os princípios e as normas que se referem ao respeito à vida e à dignidade. Eles estão registrados e consagrados em declarações, convenções ou pactos internacionais.

A maior referência é a Declaração Universal dos Direitos Humanos, da Organização das Nações Unidas, redigida em janeiro de 2009.

A declaração, altamente reconhecida por diversos países, diz que “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos.

São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade”.

No Brasil, a Constituição de 1988, guia do regime democrático que vivemos no País, diz em seu artigo 1º que “todos os homens nascem livres e iguais em dignidade e direitos.

São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade”.

Há, ainda, uma série de artigos dentro da Constituição que definem a importância e a prevalência dos direitos humanos a todos os cidadãos brasileiros.

O respeito a essas normas e a plena execução da Constituição são a base de um bom funcionamento de uma sociedade democrática.

Vale, também, relembrar o que é a democracia. Por definição, democracia significa “governo do povo”, que é assegurada pelo gozo dos direitos da cidadania. Ou seja, quando há igualdade perante à lei por todos os membros daquela sociedade, há democracia.

Você também pode gostar de: Tecnologia na educação: saiba como utilizar os recursos de informática.

A situação do Brasil

Quando se fala em direitos humanos e cidadania, há muita confusão. Isso acontece porque um país como o Brasil, que ainda tem um estado democrático de direito muito novo, sofre diferentes intervenções, o que gera um entendimento errôneo desses conceitos pela população.

É importante lembrar que, para sermos livres para termo opiniões, crenças e opiniões variadas, queremos ser respeitados. Mas também precisamos respeitar as diferentes escolhas do outro.

A intolerância pode prejudicar, e muito, a compreensão do que são os direitos humanos e o que é a cidadania, que são mecanismos e conceitos que englobam toda e qualquer pessoa que viva em sociedade.

bandeira do brasil direitos humanos

Para termos hoje uma série de direitos, como direitos trabalhistas, acesso público à saúde, transportes e educação, muitos cidadãos brasileiros se organizaram e lutaram por essas conquistas das quais hoje temos o privilégio de usufruir.

Lembre-se sempre que, por trás de um direito que você tem hoje, houve um grande histórico de lutas para poder transformar aquele desejo, que beneficia a um grande grupo da população, em uma realidade.

Por isso, não deixe de lutar pelos direitos que você, cidadão que vive em uma democracia, pode e deve alcançar. Com a ajuda da internet, você pode se organizar, conhecer candidatos que defendem as mesmas pautas que as suas, para ser um agente ativo dos direitos humanos e da cidadania

Não deixe de conferir: Cursos online para funcionários públicos!

E você, já conhecia as diferenças entre direitos humanos e cidadania? Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários a sua opinião e já conheça melhor o Cursos 24 horas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *