Precisa melhorar o seu poder de negociação de dívidas? Curso completo!

Postado por Admincursos | 25 de fevereiro de 2019 | Deixe aqui seu comentário

Precisa melhorar o seu poder de negociação de dívidas? Curso completo!

Negociar não é um dom, é uma habilidade, e você pode começar a treinar agora mesmo.

No trabalho ou na vida pessoal, são várias as situações em que a habilidade de negociar pode fazer toda a diferença.

Isso porque negociar, ao contrário do que muita gente pensa, não significa, necessariamente, manipular ou convencer pessoas. Mas sim, ser capaz de expor os seus próprios desejos e entender as expectativas de outras pessoas, a fim de encontrar o melhor caminho, também faz parte de uma boa negociação.

Neste artigo você vai conhecer uma lista de bons motivos para entrar em um curso completo de negociação, dentre eles aprender a fazer bons negócios, fechar bons contratos e ficar craque em negociação de dívidas.

Você é capaz de entender as outras pessoas?

Uma das maiores características dos bons negociadores é a capacidade de se colocar no lugar do outro. Ou seja, ter empatia por aquele com quem você negocia.

No livro “O Poder da Persuasão”, de Robert B. CIaldini, logo no início, o autor cita os três elementos usados por pessoas persuasivas: ethos (ética, caráter e reputação), pathos (apelo emocional) e logos (lógica).

  • Ethos corresponde à sinceridade adotada na comunicação. Ou seja ao trazer à tona comentários pessoais, experiências vividas e traços do seu próprio caráter você revela uma parte íntima de si mesmo, o que é visto com bons olhos.
  • Logos corresponde às palavras utilizadas durante a negociação. Existem palavras que são mais poderosas do que outras, como “conquistar”, “espírito”, “felicidade”, “herói”, “incrível”, “magia”, “esperança”, “sensacional” e “vitória.”
  • Pathos corresponde às emoções sentidas pelo interlocutor. Você negocia melhor quando mexe com as emoções das pessoas e mostra empatia por elas.

Por exemplo, ao tentar fechar negócio com um pai ou uma mãe, citar educação dos filhos, futuro das crianças e pautas relacionadas, você mexe com os sentimentos dessas pessoas. Também por isso é fundamental conhecer o seu público antes de partir para a negociação.

De forma resumida, empatia é ouvir com o coração e entender os motivos e necessidades da outra pessoa. Sem julgamentos ou interesses. Atualmente existem algumas práticas e até mesmo técnicas que podem ajudar a melhorar a capacidade de sentir empatia. Um curso sobre Negociação ajuda você a aprender todas elas: 

Inscreva-se no curso de Negociação de Dívidas por apenas R$30,00 reais – Sem Mensalidades

duas mulheres profissionais apertando as mão e fechando negócio

Você sabe analisar os custos e benefícios?

Durante uma negociação é preciso saber analisar os dois lados da moeda, ônus e bônus, custo e benefício. Não é possível ser um bom negociador sem a habilidade de apreciar vantagens e desvantagens antes de tomar uma decisão.

Por exemplo, ao fechar um contrato de aluguel, você deve analisar o bônus, ou seja, o imóvel em si, sua localização e o quanto ele pode facilitar a sua vida. No entanto, é preciso também ter em mente o impacto do custo no bolso.

Já durante a negociação de dívidas, é importante deixar bem claro o máximo que você pode pagar, além de barganhar um bom desconto nos juros. Afinal, o benefício de se ver livre de uma conta tem o custo, que é o pagamento. E você deve saber encontrar o melhor negócio.

Leia também: O que é Competência Comportamental?

Quais as 4 regras da negociação

Você já sabe que é importante entender o público e também analisar os custos e benefícios antes de tomar uma decisão. Conheça agora 4 regras básicas presentes na maioria das negociações, começando pela conexão gerada pela empatia:

1. Conecte-se com quem está com você

Na era das distrações, quem tem atenção – ou dá atenção – é rei. Quem nunca passou pela situação terrível de estar conversando com alguém e sentir que está atrapalhando essa pessoa?

Se durante uma negociação você fica consultando o relógio, o celular ou qualquer outra coisa, em vez de dedicar toda a sua atenção à pessoa que está lhe ouvindo, dificilmente o resultado dessa conversa será bom.

Por isso, olhar nos olhos de quem está falando, emitir sinais de que está entendendo o que aquela pessoa quer dizer e ouvi-la de verdade, é o primeiro passo a ser dado.

2. Resolva problemas

Durante uma negociação, que pode ser uma negociação de dívidas, duas coisas precisam ser resolvidas. De um lado, uma pessoa deseja livrar-se de uma conta, do outro uma outra pessoa ou instituição (empresa, banco, financeira etc) quer receber o dinheiro.

Por isso, você, seja a pessoa endividada ou o representante da empresa que deseja receber, só fará um bom negócio se resolver essas duas questões.

Você não fará um bom negócio se oferecer um valor tão alto que acabe inviável para o devedor, e nem fará um bom negócio se o valor for tão baixo que acabe se tornando um prejuízo para a empresa.

3. Utilize a imaginação como um recurso

Vai vender um produto ou serviço? Faça com que a pessoa visualize o cenário atual, sem a sua solução, e depois compare com com a realidade que o seu produto pode proporcionar. Isso serve para qualquer venda e é um recurso altamente utilizado por grandes vendedores.

Vai vender um colchão? Destaque os problemas causados por noites mal dormidas e as consequências da falta de sono a longo prazo. Depois, enfatize o seu produto, suas características e como ele pode influenciar positivamente na qualidade do sono.

mãos encaixando peças de quebra-cabeça

4. Tenha uma concessão para o final

Em uma negociação todo mundo quer se dar bem. Faz bem para o ego. Por isso, se você quer garantir que a outra pessoa saia feliz com o negócio, tenha algumas cartas na manga. Usando o exemplo anterior, após conseguir vender o colchão para o seu cliente, ofereça-lhe um par de travesseiros de brinde.

Leia mais – Quatro fatores que impedem uma boa negociação

Quer aprender técnicas de negociação para fazer bons negócios no ano de 2019? No Curso online de Negociação disponível no site Cursos 24 Horas você aprende todo o necessário para conseguir obter êxito nas negociações de dívidas ou qualquer outra situação que exija persuadir e engajar uma pessoa ou uma platéia inteira.

Blog Cursos 24 Horas

Aqui no Blog você fica por dentro do universo do Cursos 24horas, além de novidades e tendências para o seu estudo.

Conheça os nossos cursos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *